Trabalho da ABIH-AL e Maceió Convention fortalece o turismo em Alagoas

Ações e resultados de 2018 foram apresentados durante um café da manhã para associados, parceiros, poder público e imprensa.

A Associação da Indústria dos Hotéis de Alagoas (ABIH-AL) realizou nesta quinta-feira (29), junto com o Maceió Convention Bureau, um café da manhã para prestar contas dos resultados do turismo em 2018. Entre os números, um aumento de 4% na taxa de ocupação dos hotéis, fruto do trabalho de captação e venda do Destino promovido pela ABIH-AL, junto com o poder público, entidades e empresas ligadas ao setor. Com isso, Alagoas registra uma ocupação média no ano de 73%.

No total, a ABIH-AL participou de mais de 35 eventos nacionais e internacionais de captação, capacitando mais de 2500 agentes de turismo. “Muitas pessoas que trabalham nos hotéis passam mais tempo viajando do que em casa. É um trabalho exaustivo, mas que vem trazendo bons resultados, mesmo com as dificuldades existentes. Alagoas ainda tem uma malha aérea que deixa a desejar, e nosso aeroporto corre o risco de não ser reclassificado caso a prefeitura de Rio Largo não atenda aos critérios, ou seja, não poderemos receber voos internacionais, que é tão importante para ampliarmos nosso destino”, destacou Milton Vasconcelos, presidente da ABIH-AL.

Segundo Milton, uma outra dificuldade encontrada se refere aos aluguéis por temporada, que por não serem legalizados, não pagarem impostos, vem causando uma concorrência desleal.

Durante a apresentação, o presidente da ABIH-AL também falou das principais ações realizadas pela associação como a entrega dos estudos de impacto da hotelaria em Maceió e a pesquisa feita por meio do cliente oculto. “São materiais importantes para nortear o hoteleiro e até mesmo o poder público. Quando falamos de turismo, estamos nos referindo à segunda principal atividade econômica de Alagoas, com grandes possibilidades de crescimento”, avalia.

A boa notícia é que o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e do Turismo Rafael Brito, anunciou o investimento de R$ 2 milhões em marketing promocional do destino, ampliando a venda do Destino Alagoas por todo País e fora dele, além da concessão de incentivo fiscal às empresas de aviação que trouxerem novos voos para Alagoas.

Também presente no evento, o secretário de Turismo de Maceió, Jair Galvão, disse que o setor tem sido um dos principais vetores da Economia do município, o que tem gerado oportunidades de emprego e renda. “É um setor que impacta 52 cadeias produtivas adjuntas. O turista que vem a Maceió não só usa o hotel e o receptivo, ele compra água no supermercado, usufrui dos serviços de ambulantes e bares. É algo que gera muitas oportunidades de venda. Hoje é um momento especial das ações do ano, para que a gente renove essa motivação, continuando a trabalhar com muito afinco em 2019”.

Eventos

Durante o café da manhã o Maceió Convetion Bureau também apresentou seus números no ano de 2018. No total, foram mais de 48 eventos, com a participação média de 49 mil pessoas, o que gerou um incremento na economia do estado de R$ 69 milhões. Para o triênio 2019/2021, a perspectiva de valores na economia é de R$ 30,8 milhões até o momento. “Serão, até agora, 29 eventos para esse período, o que deve atrair a atenção de 26 mil pessoas. É um trabalho que vem se intensificando e que hoje damos mais um importante passo com o lançamento do banco de eventos, que vai contribuir ainda mais com a captação de novos eventos para o Estado”, declarou Danielle Novis, superintendente do Maceió Convention.