Cliente oculto analisa principais pontos turísticos do Estado

Através de uma consultora, que se fez passar por turista, os principais pontos turísticos do Estado foram analisados de forma qualitativa

Uma pesquisa encomendada pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Alagoas (ABIH-AL) junto com o Sebrae Alagoas e o Maceió Convention Bureau analisou, através de um cliente oculto, os principais pontos turísticos do Estado, fazendo uma análise qualitativa dos destinos turísticos mais procurados pelos visitantes de Alagoas.

A ferramenta “Cliente Oculto” é uma técnica utilizada por empresas de pesquisa de mercado, para medir a qualidade do atendimento de empresas ou para levantar informações específicas sobre produtos e serviços. Os avaliadores se passam por clientes comuns para realizar tarefas específicas, como comprar um produto, realizar perguntas, fazer reclamações, fazer passeios e visitar pontos turísticos.

“Temos a função, enquanto entidades ligadas ao setor, de procurar aperfeiçoar cada vez mais nossos serviços, para que os turistas não apenas voltem sempre ao nosso estado; como façam propaganda dele. Esta pesquisa vai auxiliar o poder público e as empresas ligadas ao trade a melhorarem seus serviços, estrutura e, assim, oferecer o que tem de melhor para os turistas que nos visitam”, analisa Milton Vasconcelos, presidente da ABIH-AL.


Foram analisadas a orla de Maceió (Lagoa da Anta, Jatiúca, Ponta Verde, Pajuçara, Praia da Avenida) e museus da cidade; o Pontal, o passeio das 9 Ilhas, a praia do Francês, a praia do Gunga / Mirante, Dunas do Marapé, Foz do Rio São Francisco, Cânions do São Francisco, Ipioca, Paripueira, Praia de São Miguel dos Milagres, praia de Maragogi e o Quilombo dos Palmares. Os critérios analisados foram: limpeza, atendimento, estrutura física, banheiros, forma de pagamento, caixa eletrônico, acessibilidade, presença de vendedores ambulantes, serviços / atrações extras e guia de turismo.

“O relatório tem a finalidade de apresentar o resultado do que foi sentido, na prática, nos principais pontos turísticos de Alagoas. Ele também sugere pontos de melhoria para embasar ações que tenham como foco o aperfeiçoamento do serviço prestado no setor de turismo”, explica Danielle Novis, superintendente do Maceió Convention Bureau.

Após a análise qualitativa de cada destino, uma planilha valorativa foi apresentada de modo a permitir a comparação de critérios de cada local, apontando o destino com mais estrutura entre os pesquisados. “Alagoas é um dos destinos turísticos mais procurados para quem quer viajar e aproveitar as delícias do Nordeste. Temos ainda muito o que melhorar, principalmente no que diz respeito aos esgotos a céu aberto aqui na capital, o comércio de ambulantes desordenado, a prestação de serviços, ausência de lixeiras em alguns pontos, e até mesmo a falta de banheiros públicos. São pontos importantes que foram apontados nesse estudo e que, uma vez melhorados, irão trazer mais qualidade a estadia dos turistas em nosso estado”, destacou Milton.

Para Marcos Vieira, este trabalho mostra ainda mais a preocupação e o interesse das instituições em melhorar o turismo. “O Sebrae se empenha em contribuir com este tipo de pesquisa porque entende que o turismo é muito importante para a economia do estado e para o setor produtivo. Esperamos melhorar e potencializar ainda mais nossas belezas naturais”, afirmou.